domingo, 30 de dezembro de 2012

Revoluções Inglesas do Século XVII



A Inglaterra tornou-se, durante o século XVI, uma grande potência comercial. Seu avanço econômico iniciou-se devido ao comércio marítimo que rapidamente formou um grupo de comerciantes, proprietários de oficinas e de navios. Essas pessoas eram chamadas de burguesia ou burgueses. Nas áreas rurais os camponeses foram expulsos das terras em que viviam uma vez que a criação de ovelhas era necessária para extração de lã e com isso, abastecer a indústria de tecidos. Assim, os pequenos e médios proprietários rurais prosperaram bem como, a nobreza.

A monarquia hereditária e os Lordes detinham o poder da administração local: polícia, justiça e Câmara dos Lordes.    
Os movimentos conhecidos como Revoluções inglesas inverteram a situação política inglesa e levaram a burguesia ao poder central. Por isso, pode-se afirmar que tais movimentos ajudaram a firmar a ordem liberal burguesa naquele país:
Essa nova ordem, cujos princípios continuam presentes nos dias atuais, instituiu a tolerância religiosa, a representação política da sociedade no parlamento e a subordinação de todos, incluindo o rei, à Constituição estabelecida pelo poder legislativo (BRAICK, MOTA, 2006, p.23).

Na virada do século XVI para o XVII, a Inglaterra enfrentava crises diversas: Política, Econômica e disputas religiosas entre grupos católicos e diferentes denominações de protestantes.

O falecimento da rainha Elizabeth I, em 1603, criou um clima de instabilidade ainda maior. A rainha não havia possuía um herdeiro para assumir o trono que acabou ficando nas mãos do seu primo o rei da Escócia Jaime Stuart.  

Jaime I manteve o anglicanismo como religião oficial da Inglaterra e passou a perseguir os puritanos. A implacável perseguição provocou uma grande emigração dos puritanos que em 1620 fundaram a Nova Inglaterra na costa leste do atual território dos Estados Unidos. Além disso, Jaime I criou o monopólio real sobre as indústrias de tecido (Monopólio real: controle exclusivo da coroa em determinado ramo econômico), tentou aumentar impostos e criar novos. Seu autoritarismo provocou um confronto com o parlamento que se sentiu desprestigiado pela coroa.      

Em 1625 Jaime I faleceu e o trono inglês foi ocupado pelo seu filho, Carlos I. O parlamento por sua vez, fez o novo rei assinar um documento, em 1628, que o proibia de adotar novos impostos, convocar o exército ou estabelecer rendas fixas sem a sua aprovação. Esse documento ficou conhecido como “Petição de Direito”.

Mesmo tendo assinado a Petição de Direito, Carlos I adotou uma política autoritária, semelhante a do seu pai. A questão econômica se agravou e os conflitos religiosos tomaram grande proporção quando Carlos I impôs a religião anglicana aos escoceses que eram presbiterianos.

   
1 Monarquia hereditária - Monarquia é um sistema de governo em que o monarca (rei) governa um país como chefe de Estado. A transmissão de poder ocorre de forma hereditária 

2 Lordes - Lorde (do inglês lord) é um título de nobreza  empregado no Reino Unido. É equivalente a "Senhor" ou "Dom" em Portugal.

3 Câmara dos Lordes - Camara do parlamento

4 Ordem liberal burguesa – vem de liberalismo (Clique aqui)

5 Poder legislativo – Poder independente encarregado de fazer e/ou aprovar leis

6 Católicos – Grupo cristão ligado a Igreja Católica Apostólica Romana

7 Protestantes – Grupos de cristãos que se separaram do catolicismo por ocasião da Reforma Protestante e que posteriormente, se subdividiram em várias outras denominações

8 Emigração – saída de um território

9 Autoritarismo – exercício do poder nas mãos de uma só pessoa

10 Anglicana – Igreja Anglicana ou Episcopal: Religião cristã oficial da Inglaterra.

11 Presbiterianos - se refere as igrejas cristãs protestantes que aderem à tradição teológica reformada (calvinismo) e cuja forma de organização eclesiástica se caracteriza pelo governo de uma assembleia de presbíteros, ou anciãos.

Referencias:

Braick, Patrícia Ramos. História: das cavernas ao terceiro milênio. São Paulo: moderna, 2006.

Wkipedia.com

Suapesquisa.com 

vestibular.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Copyright © 2012 Aprendendo a Estudar História|Template Para Blogspot.