sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Impressionismo



Definição

Impressionismo foi o termo utilizado para designar uma corrente artística que teve origem na França na segunda metade do século XIX. O nome remonta a uma matéria jornalística que, inspirada na tela Sol Nascente, 1872, de Claude Monet, denominou a Exposição dos Impressionistas em 1874.

Outras sete exposições ocorreram nos anos seguintes: 1876, 1877, 1879, 1880, 1881, 1882 e 1886, que inclusive, foram hostilizadas por parte do público e da crítica, com exceção de algumas leituras favoráveis, como as de Armand Silvestre, Duranty e Duret. Os Pintores Impressionistas tem sua formação ligada à Académie Suisse e ao ateliê Gleyre, em Paris. Seus principais integrantes foram Monet, Pierre Auguste Renoir (1841 - 1919), Alfred Sisley (1839 - 1899), Frédéric Bazille (1841 - 1870), Camille Pissarro (1831 - 1903), Paul Cézanne (1839 - 1906), Edgar Degas (1834 - 1917), Berthe Morisot (1841 - 1895) e Armand Guillaumin (1841 - 1927).

Características impressionistas

Não é possível encontrar padrões homogêneos para as obras impressionistas. Contudo, alguns princípios comuns são encontrados nas pinturas desses artistas: Registro da experiência contemporânea é uma preferência; Observação da natureza com base em impressões pessoais e sensações visuais imediatas; Suspensão dos contornos e dos claro-escuros em prol de pinceladas fragmentadas e justapostas; Aproveitamento máximo da luminosidade e uso de cores complementares, favorecidos pela pintura ao ar livre.

No Brasil, ecos do impressionismo podem ser encontrados nas obras de Arthur Timótheo da Costa (1882 - 1922), Belmiro de Almeida (1858 - 1935), Almeida Júnior (1850 - 1899),Castagneto (1851 - 1900), Eliseu Visconti (1866 - 1944) e Antônio Parreiras (1860 - 1937) entre outros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Copyright © 2012 Aprendendo a Estudar História|Template Para Blogspot.