segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Quem foi Frei Caneca?


Recife: * 20/08/1779; + 13/01/1825

De origem humilde, desde cedo demonstrando inteligência viva e grande força moral, Frei Caneca teve formação religiosa. Professou votos no convento do Carmo, em Pernambuco e tornou-se secretário do visitador da ordem. Frequentou centros de estudos políticos de tendência liberal e participou do movimento revolucionário, pelo qual foi preso pela primeira vez em 1817.

Frei Joaquim do Amor Divino Rabelo Caneca, popularmente chamado de Frei Caneca, foi um dos líderes da Revolução Pernambucana de 1817. Quando as tropas de Dom João cercaram Recife, Frei Caneca foi preso, transferido para um cárcere em Salvador, onde permaneceu até 1821.

Retornou a Pernambuco, onde passou a viver como professor de filosofia, geometria e retórica. Fundou um jornal que fazia oposição ao poder central: "Tifis Pernambucano". Sua produção jornalística, quase toda volta para política, dava um tom pessoal às ideias iluministas.

Com o “grito do Ipiranga” e a instauração do primeiro reinado, em 1822, veio a necessidade de preparar uma Constituição para o país. Ocorre que em 1824, o Imperador dissolveu a Assembleia Constituinte para outorgar uma Constituição contrária aos princípios da liberdade e em função disso, houve novo levante em que esteve envolvido o Frei Caneca.

Em 2 de julho de 1824 os insurgentes pernambucanos romperam novamente com o com o poder central. O rompimento veio seguido do anúncio da criação de uma nova república - a Confederação do Equador. Para não ficarem isolados, como ocorreu em 1817, os líderes do movimento pediram apoio a outras províncias do Norte, Nordeste bem como, de países estrangeiros. O movimento não conseguiu o apoio esperado e a adesão de outros países nunca foi concretizada. Aos poucos o movimento foi sufocado até que em 29 de novembro de 1824, Frei Caneca foi preso pelas tropas legalistas.

Como já era de se esperar, Frei Caneca, foi condenado à forca. No dia 25 de dezembro do mesmo ano, foi transferido de sua cela para uma prisão incomunicável, onde receberia a sentença. A população fez o que pode para evitar a execução: Houve petições, manifestações de ordens religiosas e pedidos de clemência. Nada adiantou.


Em janeiro de 1825, dia 13, o ilustre prisioneiro foi conduzido à forca, contudo, um problema instaurou-se, não havia quem aceitasse enforcar Caneca. Após várias tentativas negadas, a solução encontrada foi trocar a sentença da forca pela execução por fuzilamento. Após a execução, seu corpo foi deixado num caixão de pinho em frente ao Convento dos Carmelitas.


Um comentário:

  1. Frei Caneca foi um padre pernambucano, que tinha princípios iluministas e foi o líder da revolução pernambucana em 1817.Apos a revolução acabar,ele foi levado para ser preso na Bahia.Depois de ser solto, ele participou da confederação do equador.Porém por falta de apoio de outros países e estados, a revolução acabou.
    Depois ele foi condenado a enforcamento, porem todos se recusaram a enforcar ele.Após algum tempo a pena foi mudada para fuzilamento, e assim ele foi morto.

    ResponderExcluir

Comentários

Copyright © 2012 Aprendendo a Estudar História|Template Para Blogspot.